• Início
  • Cursos
  • Pós-Graduação em Intervenção em Riscos e Promoção da Inclusão

Pós-Graduação em Intervenção em Riscos e Promoção da Inclusão

Apresentação

As sociedades contemporâneas agitam-se em face de situações e comportamentos de risco, que abrangem todos os segmentos socioeconómicos e culturais, incidindo também em diversas faixas etárias. Trata-se de fenómenos que têm revelado persistência (p. ex. os comportamentos aditivos, a violência, em várias modalidades, da familiar ao bullying, o insucesso e o abandono escolares), com níveis variados de severidade. Cumulativamente, as condições de vida têm também determinado a emergência de outros problemas que requerem abordagens especializadas, como acontece com a prestação de cuidados a idosos, quer formal quer informal, com o apoio a estudantes com necessidades educativas especiais e com as novas dimensões da cidadania e dos direitos fundamentais. Torna-se necessário, por conseguinte, prover a estes apelos sociais, mediante a formação de técnicos, assente não apenas em bases teóricas mas também com suporte prático, garantido pelas práticas desenvolvidas em sede de prestação de trabalho.

Várias são as entidades que recorrem, cada vez mais intensamente, aos serviços de técnicos especificamente formados para essa intervenção: autarquias locais, estabelecimentos penitenciários, instituições particulares de solidariedade social, centros de reabilitação de toxicodependentes, comissões de proteção de crianças e jovens, lares de idosos e centros de dia, escolas e sindicatos.

A preparação de profissionais habilitados com competências nestas áreas constitui o objetivo central desta pós graduação.

ECTS

17 ECTS

Objetivos

  • Habilitar técnicos aptos à descodificação dos fenómenos potenciadores de riscos;
  • Dotar os formandos de competências para a deteção de comportamentos e circunstâncias de risco e para o diagnóstico precoce das situações de perigo;
  • Dar competências os formandos para a intervenção com populações fragilizadas e vulneráveis;
  • Preparar os alunos para a intervenção junto de diversos dispositivos, formais e informais, dando-lhes capacidade para a utilização de meios adequados.

Destinatários

Licenciados na área das Ciências Sociais, especialmente em Educação Social, Psicologia, Serviço Social, Animação Sociocultural, Sociologia.

Saídas Profissionais

Autarquias, IPSS, comissões de proteção de crianças e jovens, comissões para a dissuasão da toxicodependência, entidades de apoio a vítimas, lares de idosos e centros de dia, escolas, centros de reabilitação de toxicodependentes e em contextos de especial vulnerabilidade, como as populações isoladas social e familiarmente, e sem-abrigo.

Coordenação científica

Profª Maria Louro

Plano de Estudos