Revista Lusófona da Educação #49

Revista Lusófona da Educação #49

Editorial: António Teodoro, José Brás, Maria Neves Gonçalves

“Precisamos de um novo tempo para a educação, quer dizer, novas relações entre as diferentes dimensões que compõem a qualidade do trabalho educativo, circunscrito a um determinado contexto histórico. Por isso, Nóvoa (1991) assinalou o “tempo dos professores”, na segunda metade do século XVIII, como uma mudança marcante e uma etapa decisiva no processo de estatização do ensino, o que conduziu à constituição de um corpo profissional, enquadrado por um sistema normativo e sujeito a uma lógica de funcionalização. .”

Ler aqui

Tags: